Pular para o conteúdo

NÚCLEO DE REGISTRO TARDIO DA DEFENSORIA REALIZA ATENDIMENTO JURÍDICO NA COLÔNIA PENAL FEMININA DO RECIFE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Na manhã da última sexta-feira (1), a Defensoria Pública de Pernambuco realizou atendimento jurídico na Colônia Penal Feminina do Recife, no bairro do Engenho do Meio.

O Núcleo de Registro Tardio, coordenado pela Defensora Pública Lêda Pessoa, levou à atuação cível, relacionada à documentação para a unidade prisional popularmente conhecida como Bom Pastor. 

Ao todo, foram emitidas trinta e nove 2ªs Vias de registro de nascimento para as mulheres em situação de privação de liberdade. 

Antes da ida ao local, a equipe do Núcleo havia alinhado com a diretoria da Colônia Penal quais seriam as detentas usuárias do serviço defensorial, de modo a agilizar a emissão dos documentos. 

Estiveram presentes a Defensora Pública Lêda Pesso, a estagiária do Núcleo de Registro Tardio Amanda Dourado e a agente penitenciária Joana Nobre. 

Segundo a Defensora Pública Lêda Pessoa, “Esse trabalho da Defensoria Pública traz dignidade para pessoas que até então eram invisíveis para a sociedade,” concluiu.

Notícias Recentes

Siga-nos

Notícias Mais Lidas

Quem Somos

A Defensoria Pública do Estado de Pernambuco é o órgão que cumpre o DEVER CONSTITUCIONAL DO ESTADO de prestar assistência jurídica integral e gratuita à população que não tenha condições financeiras de pagar as despesas de um advogado. Essa gratuidade abrange honorários advocatícios, periciais, e custas judiciais ou extra-judiciais.

Canais de Comunicação

Agendamento da Capital:
Redes Sociais:

© 2022 Todos os direitos reservados

Precisa de
Atendimento?

Escolha entre as ferramentas disponíveis abaixo para continuar.

Skip to content