Pular para o conteúdo

DPPE REALIZOU VISITA DE CAMPO NA ÚLTIMA SEXTA (14) EM VITÓRIA DE SANTO ANTÃO EM ÁREA DE DISPUTA FUNDIÁRIA NO ENGENHO CAMPO ALEGRE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

A Defensoria Pública de Pernambuco, por meio de uma parceria com o núcleo de Terras Habitação e Moradia (NUTHAM) de Vitória de Santo Antão, realizou uma visita de campo, na última sexta-feira (14.04), em áreas de disputa fundiária no Engenho Campo Alegre, localizado na cidade de Vitória de Santo Antão, a 50 km de Recife. A atividade teve como objetivo verificar as informações repassadas pelas famílias que vivem no local e buscar as medidas necessárias para regularizar a situação fundiária das áreas em litígio.

Cerca de 20 famílias vivem na área há décadas e buscam a regularização fundiária de suas terras. Segundo relatos dos moradores do local, a situação na área é de insegurança e incerteza quanto ao direito à posse da terra. Diante disso, a Defensora Pública, Jéssica Rayllane, solicitou uma visita em parceria com o NUTHAM, para verificar a situação e tomar as medidas necessárias para garantir o direito à moradia dessas famílias.

A Defensora Pública, Bruna Eitelwein, que faz parte do NUTHAM, afirmou que a ação é fundamental para garantir o direito dessas pessoas à moradia digna e regularização fundiária. “Nós estamos aqui para ouvir as famílias e buscar soluções. Essa é uma demanda importante e precisamos trabalhar juntos para garantir a segurança jurídica em relação ao direito dessas pessoas”, destacou.

A Defensora Pública, Jéssica Rayllane, também enfatizou a importância da visita ao Engenho Campo Alegre. “Essa visita é fundamental para que possamos verificar de perto a situação dessas famílias e, assim, buscar soluções efetivas para garantir o direito à moradia digna e à regularização fundiária” , destacou.

“A Defensoria Pública de Pernambuco está empenhada em garantir o acesso à justiça e a promoção dos direitos humanos. Nós vamos trabalhar para encontrar uma solução para essas famílias e garantir a regularização fundiária dessas áreas”, afirmou a Defensora Pública, Isabel Paixão, coordenadora do NUTHAM.

A equipe que realizou a visita de campo, foi composta pelas Defensoras Públicas, Isabel Paixão, Bruna Eitelwein e Jéssica Rayllane e pela colaboradora Carol da Fonte.

Notícias Recentes

Siga-nos

Notícias Mais Lidas

Quem Somos

A Defensoria Pública do Estado de Pernambuco é o órgão que cumpre o DEVER CONSTITUCIONAL DO ESTADO de prestar assistência jurídica integral e gratuita à população que não tenha condições financeiras de pagar as despesas de um advogado. Essa gratuidade abrange honorários advocatícios, periciais, e custas judiciais ou extra-judiciais.

Canais de Comunicação

Agendamento da Capital:
Redes Sociais:

© 2024 Todos os direitos reservados

Pular para o conteúdo