Pular para o conteúdo

DPPE PARTICIPOU DO SIMPÓSIO “ORFÃOS DO FEMINICÍDIO” E DO LANÇAMENTO DO MANUAL TEÓRICO E PRÁTICO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

A Defensoria Pública de Pernambuco, se fez presente, através da coordenadora do Núcleo Especializado de Violência Doméstica (NUDEM) ,

Virgínia Moury Fernandes e da Defensora Pública Maria Carolina Rossiter.

Virginia Moury Fernandes foi uma das palestrantes do Simpósio ‘’Órfãos do Feminicídio’’ e do lançamento do Manual Teórico e Prático sobre

o Direito da Criança e do Adolescente. O evento aconteceu na última terça-feira (11/10), na ESA-PE, situada na sede da OAB-PE, no bairro de

Santo Antônio, Recife/PE.

A defensora pública, Virginia Moury, destacou os mecanismos de combate à violência, a atuação da defensoria pública, a importância daquele tema

e da luta contra o feminicídio em Pernambuco. Abordou também, sobre as leis que existem aqui no estado e sobre o auxílio criado pela prefeitura de Recife e de Olinda, em favor desses órfãos. Tratou também, sobre o protocolo do feminicídio, e da lei estadual de n° 17.665/2022, criada em janeiro

de 2022, que fala sobre política de enfrentamento ao feminicídio’’.

Virginia ainda destacou em seu discurso, os aspectos a serem pautados, e que são poucos discutidos em prol da criança e do adolescente, da invisibilidade, dessas vítimas indiretas do feminicídio, e que se faz necessário, mais políticas públicas sobre esse tema.

‘’As crianças e os adolescentes inseridos nessa famílias em que ocorreram a violência, são muitas vezes vítimas invisíveis e indiretas do feminicídio, comprometendo muitas vezes, a saúde mental dos mesmos, o seu desenvolvimento e o seu futuro.

“Abordar a importância dessa união de políticas públicas, porque não é só a mulher vítima de violência que sofre, todos da família também sofrem com isso, principalmente, os filhos. Porque muitas vezes, quando há um feminicídio,os filhos precisam muitas vezes, do amparo do estado , da família, de tratamento psicológico , de ações de regulação da guarda, dentre outras ações. Sem dúvida alguma, esse tema é muito relevante, e novo’’, destacou, Virgínia Moury.

Notícias Recentes

Siga-nos

Notícias Mais Lidas

Quem Somos

A Defensoria Pública do Estado de Pernambuco é o órgão que cumpre o DEVER CONSTITUCIONAL DO ESTADO de prestar assistência jurídica integral e gratuita à população que não tenha condições financeiras de pagar as despesas de um advogado. Essa gratuidade abrange honorários advocatícios, periciais, e custas judiciais ou extra-judiciais.

Canais de Comunicação

Agendamento da Capital:
Redes Sociais:

© 2022 Todos os direitos reservados

Precisa de
Atendimento?

Escolha entre as ferramentas disponíveis abaixo para continuar.

Skip to content