Pular para o conteúdo

DPPE E UFPE REALIZAM A SEGUNDA EDIÇÃO DO PROJETO CONEXÕES PELA LIBERDADE NO PRESÍDIO DE VITÓRIA DE SANTO ANTÃO

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

A Defensoria Pública de Pernambuco (DPPE), em uma parceria da Subdefensoria de Execução Penal, do Núcleo Especializado de Cidadania Criminal e Execução Penal (NECCEP) e do Grupo de Extensão da Universidade Federal de Pernambuco “Além das Grades” (ADG), realizou a segunda edição do projeto Conexões pela Liberdade.

Nesta edição, foram atendidas todas as 380 pessoas privadas de liberdade (PPL) do Presídio de Vitória de Santo Antão (PVSA).

Os atendimentos aconteceram no dia 20 de setembro por defensoras e defensores públicos, assessores e integrantes do ADG. Antes, no dia 17 de agosto, as defensoras públicas Samara Borges e Michelline Lobato fizeram uma apresentação voltada à educação de direitos com o tema “Defensoria Pública e direito das pessoas privadas de liberdade, em cumprimento de prisão provisória ou definitiva”.

Durante estes atendimentos foram apresentadas as situações individualizadas de cada preso, informando como está a situação dos seus processos e sendo realizadas as providências necessárias para afastar as prisões ilegais identificadas durante os trabalhos.

As atividades contaram com o apoio da Secretaria Executiva de Ressocialização (SERES).

Além dos atendimentos realizados no projeto, a DPPE, por meio do NECCEP, realiza mais de 540 atendimentos mensais aos familiares das pessoas privadas de liberdade, além de atendimento diretamente ao preso em todos os estabelecimentos prisionais do estado.

Notícias Recentes

Siga-nos

Notícias Mais Lidas

FRASE DA SEMANA – DPPE

Durante a exibição do reality show Big Brother Brasil, exibido na noite do último domingo, 22, o apresentador do BBB, Tadeu Schmidt, alertou o casal

Leia Mais »

Quem Somos

A Defensoria Pública do Estado de Pernambuco é o órgão que cumpre o DEVER CONSTITUCIONAL DO ESTADO de prestar assistência jurídica integral e gratuita à população que não tenha condições financeiras de pagar as despesas de um advogado. Essa gratuidade abrange honorários advocatícios, periciais, e custas judiciais ou extra-judiciais.

Canais de Comunicação

Agendamento da Capital:
Redes Sociais:

© 2024 Todos os direitos reservados

Pular para o conteúdo