Pular para o conteúdo

Defensoria Pública de Pernambuco realizou a cerimônia de encerramento do 3° Curso de Defensoras e Defensores Populares

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

A Defensoria Pública de Pernambuco realizou na quarta-feira (02/08), a cerimônia de encerramento do 3° Curso de Defensoras e Defensores Populares na sede da instituição, no Bairro da Boa Vista, região central do Recife.

A formatura das 22 Defensoras e Defensores Populares marcou o encerramento de um curso que capacitou líderes comunitários e agentes públicos na região, atendida pelo Compaz Dom Hélder Câmara, Coque/Joana Bezerra, em Pernambuco.

O evento contou com a presença do Defensor Público-Geral, Henrique Seixas, do Coordenador do Núcleo de Promoção e Defesa dos Direitos Humanos da DPPE, Henrique da Fonte, do Deputado Estadual, Eriberto Filho, da Gerente Geral do Compaz Dom Helder Câmara, Juliana Novaes e da Defensora Pública Federal, Carolina Erhardt.

Durante o discurso de abertura, o Defensor Público-Geral Henrique Seixas destacou a importância do papel de cada um dos 22 defensores e defensoras populares nas comunidades, na promoção dos direitos fundamentais e no fortalecimento do acesso à justiça em Pernambuco. “Tenho plena confiança de que esses líderes comunitários e agentes públicos estarão aptos a enfrentar os desafios e lutar pelos direitos da população, especialmente aqueles em situação de vulnerabilidade”, celebrou Henrique Seixas.

Ao decorrer da cerimônia, vários discursos enfatizaram o impacto positivo que os Defensores Populares terão na comunidade. O Deputado Estadual, Eriberto Filho, ressaltou a importância desses líderes locais na construção de uma cidade mais justa e inclusiva: “Estamos investindo na capacitação de pessoas que entendem as necessidades e os desafios enfrentados pelas comunidades. Com isso, esperamos garantir que os direitos de todos sejam protegidos.”

Andrea Ramos, oradora da “Turma Tereza de Benguela”, expressou sua satisfação com a oportunidade de participar do curso: “Agora, tenho a capacidade de identificar violações de direitos e orientar as pessoas sobre os mecanismos de justiça disponíveis. Pretendo usar esse conhecimento para lutar pelos direitos da nossa juventude, especialmente no combate ao racismo e na proteção dos jovens em situação de vulnerabilidade.”

Rafael Dantas, outro formando, compartilhou suas expectativas após o curso: “Para mim, foi uma experiência transformadora. Aprendi sobre Direitos Humanos, acesso à Justiça e como lidar com questões sensíveis do dia a dia. Agora, me sinto confiante para defender os direitos da minha comunidade.”

Os Defensores Populares receberam seus certificados das mãos do Coordenador do Núcleo de Promoção e Defesa dos Direitos Humanos da Defensoria Pública de Pernambuco, Henrique da Fonte, que parabenizou a dedicação dos formandos: “O papel de vocês na comunidade é essencial para assegurar que todos tenham acesso à justiça e à proteção de seus direitos fundamentais. Estamos orgulhosos de tê-los como parceiros nessa jornada.”

Foram 70 horas de conteúdo programático, onde os alunos tiveram aulas sobre diversos temas, como Direitos Humanos, Direito Constitucional, acesso à Justiça, abordagem policial, seguridade social, benefícios previdenciários e proteção de grupos vulneráveis. Ao final do Curso, os Defensores Populares estão preparados para identificar violações de direitos e encaminhar as devidas soluções por meio dos mecanismos de justiça disponíveis.

Notícias Recentes

Siga-nos

Notícias Mais Lidas

Quem Somos

A Defensoria Pública do Estado de Pernambuco é o órgão que cumpre o DEVER CONSTITUCIONAL DO ESTADO de prestar assistência jurídica integral e gratuita à população que não tenha condições financeiras de pagar as despesas de um advogado. Essa gratuidade abrange honorários advocatícios, periciais, e custas judiciais ou extra-judiciais.

Canais de Comunicação

Agendamento da Capital:
Redes Sociais:

© 2023 Todos os direitos reservados

Skip to content