Pular para o conteúdo

Defensor Público Geral – PE, Henrique Seixas, participa de reunião do Gabinete de Crise do Complexo Prisional do Curado

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

O Gabinete de Crise do Complexo Prisional do Curado se reuniu, na segunda-feira (24), para apresentar os avanços que estão sendo feitos com objetivo de melhorar as condições no Complexo Prisional do Curado, onde vários presos vivem em condições desumanas e deteriorante. A reunião foi composta pela Defensoria Pública de Pernambuco (DPPE); o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), Corregedoria Geral da Justiça (CGJ), Procuradoria Geral de Justiça, Procuradoria Geral do Estado, Tribunal de Contas do Estado (TCE-PE) e Secretaria Estadual de Justiça e Direitos Humanos.

Participaram da reunião desta segunda-feira, o Defensor Público-Geral do Estado e Presidente do CSDP, Henrique Seixas; o Presidente do TJPE, Desembargador Luiz Carlos Figueirêdo, o Desembargador Mauro Alencar, o Procurador Geral de Justiça, Paulo Augusto Freitas; o Secretário de Justiça e Direitos Humanos, Cloves Benevides; o Procurador Geral do Estado, Ernani Medicis; o Promotor Luis Sávio; o Coordenador do Centro de Apoio Operacional de Defesa Social do Ministério Público, Rinaldo Jorge; o Secretário de Ressocialização, Cícero Márcio, os Juízes Gleydson Lima e André Rosa – ambos assessores especiais da Presidência do TJPE – e o juiz Frederico Tompson, assessor especial da CGJ.

O encontro sucedeu no Gabinete da Presidência do TJPE e foi coordenado pelo presidente do Tribunal, desembargador Luiz Carlos de Barros Figueirêdo.

Além disso, uma nova reunião será realizada na próxima quarta-feira (26) para que os documentos apresentados pelas instituições sejam reunidos em apenas uma relatório e, posteriormente, enviado ao CNJ.

Notícias Recentes

Siga-nos

Notícias Mais Lidas

Quem Somos

A Defensoria Pública do Estado de Pernambuco é o órgão que cumpre o DEVER CONSTITUCIONAL DO ESTADO de prestar assistência jurídica integral e gratuita à população que não tenha condições financeiras de pagar as despesas de um advogado. Essa gratuidade abrange honorários advocatícios, periciais, e custas judiciais ou extra-judiciais.

Canais de Comunicação

Agendamento da Capital:
Redes Sociais:

© 2022 Todos os direitos reservados

Precisa de
Atendimento?

Escolha entre as ferramentas disponíveis abaixo para continuar.

Skip to content